Dívida externa brasileira atual

Muito se fala todos os anos na dívida externa do nosso país  e principalmente na época das eleições, principalmente para presidente. Na verdade ela está controlada, mas existe é alta. Esta dívida vem se acumulando desde o primeiro empréstimo que o Brasil teve que fazer em 1824.

Imaginem há quantos anos isso vem ocorrendo. Claro que muita coisa já foi paga, mas ainda tem muita dívida a pagar e em setembro de 2010 a dívida externa foi estimada em US$243,8 bilhões, com acréscimo de US$8 bilhões em relação ao mês anterior.

Dívida externa brasileira atual

anúncios:

Dívida externa brasileira atual

Em setembro, a dívida externa de longo prazo totalizou US$190,8 bilhões, com crescimento de US$3 bilhões, enquanto a dívida externa de curto prazo, que atingiu US$53 bilhões, cresceu US$5 bilhões. A dívida externa é a soma dos débitos externos, é o empréstimo que o país faz, usado para cobrir dívidas em um período desejado.

Ao contrário do que muitos pensam, a dívida externa pertence, em sua maior parte, às grandes empresas privadas. Sabe-se que 60,1% dessa dívida, algo em torno de R$ 130 bilhões, cabe ao setor privado. Do total dessa dívida do setor privado, cerca de 80% correspondem às dívidas de médio e longo prazo.

anúncios:
anúncios:

Os valores de curto prazo na sua maior parte correspondem às linhas de crédito para financiamento do comércio exterior, periodicamente renovadas. Podemos concluir que hoje, com uma política econômica mais austera, a dívida externa esta controlada.

Notam-se superávits primários anualmente alcançados, que servem para pagamento dos juros da dívida. O país economiza e quem ganha somos nós, graças à estabilidade e confiança que conquistamos.

Assista também ao vídeo abaixo para entender mais sobre a dívida externa do Brasil:

anúncios:

Leave a Comment